Pular para o conteúdo

Disciplina do Prazer – Parte 2

Eu respiro fundo. Ele alisa meu pescoço e sua mão me envolve. Seus lábios tocam suavemente os meus. Sua respiração acelera, sua língua me invade e a pressão de sua mão em meu pescoço aumenta. Ele abraçado comigo e neste beijo que parece não ter fim me empurra até uma mesa.

Com um movimento brusco ele me coloca em cima dela. Suas mãos desabotoam meu sutiã. E sua boca suga meus mamilos.

Estou em chamas, meus mamilos intumescem entre seus dentes, minhas mãos percorrem seus cabelos, alisa suas costas.

Ele segura forte meus quadris me fazendo descer da mesa. Faz-me girar de uma maneira que fico apoiada com meus seios na mesa e meu bumbum exposto ao seu deleite. Ele alisa, aperta, mordisca minhas nádegas enquanto seus dedos invadem minhas entranhas encharcadas de prazer. Ele tira lentamente minha calcinha.

Sinto ele se afastar e minutos depois se aproximar.  Ele vai do outro lado da mesa se abaixa aproximando de meu rosto me fazendo ver a régua de madeira em suas mãos.

Meu nível de excitação vai ao extremo. Ele com um sorriso sarcástico no rosto me diz:

 

– Acerto de contas moçinha! Todas as suas respostas mal criadas, toda sua rebeldia serão pagas agora, com esta régua marcarei tua pele, com a mina disciplina te transformarei em uma boa garotinha. Repita a safeword que previamente combinamos em nossas conversas virtuais.

Eu engulo seco e digo:

 

– Giz

 

Ele sorri. Não tenho uma quantidade de golpes. Pois só vou parar quando eu quiser, salvo que você diga a safeword.

Eu respondo:

 

– Sim Senhor.

 

Ele me aperta meu rosto e sussurra:

 

– Boa menina.

Ele aperta o play e uma musica invade o ambiente.

 

 

 

Ele caminha lentamente como se tivéssemos todo o tempo do mundo. Posiciona-se atrás de mim e sua dança de crueldade começa.

Escuto o estalar da lenha da régua misturado ao som das pancadas em minhas nádegas.  .

Sinto meu bumbum em chamas, toda aquela fúria dele me faz ficar de pernas trêmulas.  .

Poderia jurar que estamos neste embalo há quase meia hora. Eu já não grito de dor, estou gemendo de prazer, meus líquidos escorrem pelas pernas, e depois de mais um golpe certeiro dele tenho um orgasmo intenso, lágrimas brotam sem parar, meu rosto queima misto de vergonha e ao mesmo tempo de desejo. Meus líquidos se intensificam perna abaixo e de meus lábios escapam:

 

– Oh …eu…

 

Ele solta a régua,e dizendo para eu ficar em quieta com suas mãos aperta meus quadris e de repente sinto seu membro me invadindo, sinto-o duro, pulsante dentro de mim. Solto um grito de susto e tento me mover, mas logo recebo seus tapas em minha bunda em cima das marcas que ainda estão queimando. Entendo o sinal de advertência e tento relaxar.

 

Suas estocadas são grotescas, estou gemendo cada vez mais alto, meu corpo em espasmos, minhas entranhas em contrações em volta do seu membro, seu corpo batendo forte de contra o meu me fazendo gritar alto, ele puxa meu cabelo seus gemidos são urros de masculinidade.

Eu explodo em orgasmos ritmados e contínuos em seu membro, o envolvendo e apertando cada vez mais dentro de mim. Ele diminui os movimentos e controla sua respiração. E quando estou me acalmando dessa sinfonia de prazer, ele retira seu membro de dentro de mim, abaixa seu corpo sobre o meu e morde lentamente minha orelha. Respiro dengosa logo sinto seu membro posicionado em minha bunda e a pressão para entrar em mim. Eu imploro para ele parar, mas não posso negar que a excitação misturada com o medo parecia o deixar fora de controle e a minha libido também estava ainda maior. Ele faz uma pressão maior, a glande de seu membro está dentro de mim, me abrindo toda ao seu prazer sádico. Eu sinto o desconforto e chorando eu imploro:

– Não Daddy…por favor…

 

Seu hálito quente se aproxima do meu ouvido e ele sussurra:

– Shhh quietinha menina. Eu quero agora! Sinta-me dentro de você….

 

Dizendo isto ele morde minhas costas e me penetra de vez, dou um grito, seus movimentos aceleram sempre mais, uma de suas mãos alcança meus clitóris e o castiga de maneira alucinada, começo a rebolar feito louca e em poucos minutos estou implorando para que ele não pare.

Ele aperta por alguns segundos meu clitóris e sinto-o mais fundo possível dentro de mim, seu membro parece maior agora, está latejando, mas perco meus sentidos em outro gozo intenso e em seguida ele goza abundantemente dentro de mim.

Eu perdi minhas forças, estou como uma boneca e é assim que ele me trata, me levanta da mesa facilmente, estou vulnerável, estou em transe. Ele me abraça forte e carinhosamente me dá um beijo sensualmente quente, meu coração está desacelerando e com a cabeça apoiada em seu peito sentindo seu perfume masculino, me sinto protegida, cuidada, desejada. Ele alisa meus cabelos, me prende ainda mais forte no seu abraço e me diz:

 

– Shhh Minha gatinha.  Daddy sabe o que você precisa.  Era necessário para nós dois. Você precisa aprender lindinha. Vou cuidar de você agora, como você precisa. Você é minha menininha e agora vai receber toda minha atenção.

 

Depois de alguns minutos no seu abraço, ele se afasta, tira sua camisa e sua termina de tirar suas calças.

Ele novamente me coloca na mesa de frente para ele. Agora sinto o quanto arde meu bumbum. Ele me olha nos olhos, sorri com a minha visão ali apenas com aquela minissaia plissada e as sapatilhas.

Ele se aproxima, alisa o interno das minhas coxas, me sinto tão aberta, exposta, nunca estive nesta posição para homem nenhum. Ele mordisca minha perna, eu fecho os olhos para não olhar ele, _estou sendo uma devassa penso comigo mesma.

Ele tira lentamente minhas sapatilhas, alisa meus pés, me beija e desce mordiscando meu pescoço até chegar aos meus seios, abocanhando eles com uma fome cruel, novamente eu grito, ele aperta, chupa, lambe, suga com força, e beija delicadamente alternando freneticamente seus movimentos.

Eu movimento meus quadris, giro minha cabeça, fecho os olhos aperto os lábios, seguro seus cabelos, mas ele não para e parece não ter pressa.

Ele desce beijando minha barriga, beija minha virilha e quando sinto sua língua em minha vagina dou um pulo na mesa, ele agarra com força meu quadril e invade minha entranha com sua língua hábil e faminta, sua boca me devora.

Eu tento concentrar , estou tentando me segurar, me sinto estranha, estou tremendo sem parar e tenho a sensação que farei xixi a qualquer momento.

Ele percebe meu desconforto e me diz:

 

– Shhh esta tudo bem garotinha. O Daddy sabe que você está assustada. Mas relaxe, se solte, não segure. Esta vontade que você está sentindo é outra coisa. Liberte-se.

 

Eu respiro fundo quando ele volta a me devorar com toda sua fome do meu sexo. Eu tento concentrar na musica, pois ainda não me sinto segura. Aquela vontade de xixi é estranha, misturada com contrações cada vez mais forte de minha entranha.  Tento pensar em outra coisa….

 

 

 

Mas esta dança de sua língua e suas mordiscadas no meu clitóris são irresistíveis, eu começo a suar e chorar novamente.

Ele introduz dois dedos dentro de mim e os movimenta como faz com sua língua em meu clitóris

Neste momento não me seguro mais e me solto, me alivio para passar esta vontade de fazer xixi. Me deixo levar.

Mas me assusto quando um liquido quente começa a sair de dentro de mim e sinto que ele bebe cada gotinha e o meu prazer se intensifica de tal maneira que sinto todo o meu corpo pegar fogo.  Agora entendo que estou tendo um  squirting oupopular  orgasmo feminino  .

Que sensação deliciosa, quanto mais ele me chupa e bebe meu gozo mais contrações e espasmos eu tenho. Meu corpo todo treme. Mas   ele não parece satisfeito, quando sobe pelo meu corpo e beija meus lábios. Trazendo o sabor de meu gozo até minha boca. Seu membro me invade novamente, estou tão apertada, mas por sorte estou muito molhada, suas estocadas são deliciosas longas e quentes.

 

Continua….

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: