A importância de treinar o assoalho pélvico

Como treinar o períneo com as bolas de gueixa ? Um método eficaz, fácil e rápido.

O assoalho pélvico é um conjunto de músculos que podemos imaginar como uma rede colocada em uma área muito delicada, justamente aquela área que repousa sobre o selim de uma bicicleta.

Quais as funções do períneo ou do assoalho pélvico?

Esta rede tem algumas funções muito legais e importantes para mulheres e homens.

O primeiro é para apoiar, ele suporta o peso do bebê quando uma mulher está grávida e suporta o peso de nossos intestinos, neutralizando a força da gravidade.

A segunda é deixar passar e segurar. Graças a ela podemos reter urina, fezes e gases até encontrarmos um local adequado para soltar, mas não só isso, o períneo, na mulher, permite a dilatação e o parto.

O terceiro é energético, nesta área residem energias criativas muito poderosas (chakra) que, se despertadas no nível físico, se refletem na melhora da autoestima, postura e autodeterminação.

 A quarta é “emocional”. Esta musculatura complexa é composta de fibras musculares voluntárias (estriadas) e fibras musculares involuntárias (lisas) entrelaçadas. A parte involuntária nos comunica nossos estados de ânimo, mesmo os mais profundos, não evidentes à nossa consciência. Nossas emoções se manifestam por todo o corpo, a musculatura involuntária presente em muitos órgãos (o intestino, o coração, o períneo são exemplos) é “administrada” pelo nosso sistema nervoso autônomo.

Períneo e Sistema Nervoso Autônomo

O sistema nervoso autônomo é dividido em dois: sistema nervoso simpático e parassimpático. Simplificando, o sistema nervoso parassimpático é o da digestão, do sono, do prazer e, portanto, do relaxamento. O sistema nervoso simpático é o da fuga, do medo, da ansiedade, do orgasmo e, portanto, da poderosa contração. Quando o simpático é prevalente, pode ser observado por má digestão, palpitações cardíacas e períneo contraído (por exemplo).

Portanto, é muito importante que o sistema nervoso, tanto com grande importância em nossas ações quanto na expressão de nossas emoções, esteja em equilíbrio. Graças à parte dos músculos voluntários do períneo podemos decidir retê-lo, podemos treiná-lo e depois tonificá-lo, melhorando suas funções.

O que acontece com um períneo relaxado e pouco tonificado?

Se o períneo estiver pouco ou nada consciente e tônico, mesmo relaxado, ele encontra problemas bastante incômodos, por exemplo:

  • Incontinência urinária (em homens e mulheres)
  • Prolapso do útero, bexiga e reto (prolapso significa a queda de um órgão fora do corpo porque os músculos não são mais capazes de mantê-los no lugar devido ao forte relaxamento das fibras musculares e tendões).
  • Má lubrificação
  • Problemas com excitação sexual e prazer
  • Dificuldade de ereção e controle do orgasmo masculino

Por isso e muito mais, é extremamente importante que seja tônico tanto para homens quanto para mulheres.

A musculatura involuntária do períneo ou assoalho pélvico

Alguns exemplos em que a parte muscular involuntária permite, apoia e facilita:

  • parto: ocorrem contrações involuntárias especiais durante o parto que, criando uma espécie de massagem em volta da cabeça e do corpo do bebê, fazem com que o nascituro venha ao mundo.
  • excitação e sua manutenção: durante a fase de excitação os músculos devem estar relaxados para permitir que o sangue flua para os corpos cavernosos masculino ou feminino, uma vez que a excitação comece os músculos irão garantir que o hora certa de contrair para manter a excitação.
  • orgasmos: no momento de máximo prazer, os músculos criam contrações involuntárias que se refletem nas paredes vaginais e com a ejaculação masculina.

Quanto mais conscientes nossos músculos estiverem, mais seremos capazes de entender / perceber se eles estão contraídos ou relaxados.

Como manter a musculatura pélvica tonificada e consciente?

Para as mulheres, existem várias maneiras, incluindo:

Exercícios de Kegel para os quais aconselho a contactar um especialista (fisioterapeuta especializado em períneo, obstetra), estes devem ser feitos de forma correta, como não estamos habituados a movimentar estes músculos corre o risco de mover os errados não tendo os resultados desejados.

É muito mais fácil treinar os músculos perineais com Bolas da gueixa. Abaixo o passo a passo que você poderá praticar em casa.

  • Esvazie completamente a bexiga. Jamais faca os exercícios com a bexiga cheia pois poderá obter o efeito contrario do desejado.
  • Contrair os músculos do pavimento pélvico por mais ou menos 10 segundos, segure. (Para entender onde esta este músculo,faca xixi e segure.Para entender onde se encontra o mesmo, JAMAIS faca o exercício com a bexiga cheia ou durante o xixi.)
  • Agora solte os músculos e espere por uns 10 segundos.
  • Não movimente os glúteos, nem o abdominal durante a ginastica de kegel.
  • Repita esta serie por umas dez vezes. Durante umas duas ou três vezes durante o dia.

No inicio poderá parecer difícil apertar e soltar o assoalho pélvico, mas com o tempo o músculo ficara cada vez mais forte e isto sera mais fácil.

Utilizando as bolas de gueixa durante o exercicio de kegel podera potencializar ainda mais a musculatura do assoalho pelvico. Experimente!

Durante o ato sexual, aproveite para *apertar * seu parceiro, evolvendo seu penis com a forca da sua vagina com movimentos de apertar e soltar. Com certeza ele vai gostar e voce tambem. Conte-nos depois.

Este foi mais um segredo de Afrodite. Ate a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s