Ramon – O Encontro

 

Eu confiro mais uma vez o horário das passagens. Eu já fiz isto mil vezes, mas o nervosismo me faz conferir novamente. Ramon tinha pressa de me ver e eu também. Eu vou até meu armário e pego as lingeries que comprei, meu rosto esquenta ao imaginar ele tirando cada uma delas, tomando posse do meu corpo.

Ramon durante todo nosso envolvimento se mostrou ser um homem decidido, carinhoso, incentivador, inteligente e que sabe exatamente o que quer, no caso eu. Imaginar que em poucas horas estaríamos juntos me faz ficar quente. Eu leio sua última mensagem para mim.

“Eu vou chupar você até você implorar para que eu pare. E quando você estiver em espasmos de um orgasmo intenso, vou te penetrar de uma só vez, uma estocada profunda, aonde vou te possuir com os movimentos dos meus quadris, quero te ver tremer, gritar, me arranhar, morder, perder todo o seu controle e dizer em voz alta o que eu já sei, que você é toda minha. E eu vou sentir sua buceta deliciosa me apertar e seus líquidos molharem meu pau. Será neste momento que vou te encher com a minha porra, marcando o que me pertence”

Eu aperto minhas coxas, eu decido tomar um banho para me acalmar. Ligo minha playlist no celular

Eu entro sob o jato de água e a minha pela está extremamente sensível, desejando o toque de Ramon em mim. Ainda tinha tempo até o horário do ônibus e a vontade e Ramon só aumenta, toco meus seios imaginando como será nosso reencontro. Desço uma mão por meu abdômen e logo estou no meu clitóris, que já está duro de tesão. Faço movimentos contínuos por toda minha extensão, mantendo uma leve pressão no clitóris. O desejo de ter Ramon dentro de mim é tamanho que rapidamente gozo, mas alívio só sentiria com ele.

Horas depois, já estou no ônibus. Pela janela posso ver o dia que já mostra os seus primeiros raios, evidenciando a beleza da paisagem. Agora falta pouco para estar nos braços do homem que desperta o meu lado mais selvagem. Chego à rodoviária e de longe avisto Ramon, que está lindo como sempre. Meu coração acelera e todo o meu corpo reage à presença imponente dele. Assim que me vê ele vem ao meu encontro, no seu rosto está estampado aquele belo sorriso largo, evidenciando suas covinhas. Após um longo beijo, me abraçando ele diz:

_Espero que tenha descansado durante a viagem, pois eu mal posso esperar para estar dentro de você.

Respondo a ele de maneira provocativa:

_Sempre estarei descansada para você, e molhada também.

Ramon me conduz até o carro e seguimos em direção a sua casa. Durante todo o trajeto ele me provoca com seus toques na parte interna da minha coxa, e por vezes indo de encontro a minha buceta já molhada. Não fico atrás e retribuo passando minhas unhas de sua nuca, braço, abdômen e chegando à sua virilha, que a esta altura ostenta um belo volume. Não resisto e abro sua calça, alcançando seu pau. Ele solta um gemido abafado e me diz:

_Você tira o meu juízo! Vou te foder até você se arrepender de tudo que têm me feito passar nesse tempo longe. Eu preciso de você, preciso sentir sua carne envolta do meu pau, e não terei piedade de você.

Sorrindo respondo:

_Será um prazer pagar por todo este sofrimento delicioso, meu bem.

Seguimos e logo estamos em sua casa. Ele me apresenta a casa, me acomoda e enquanto ele prepara um café da manhã, eu decido tomar um banho.

Visto uma lingerie cor de rosa transparente, com pequenos apliques de coração. Retoco meu perfume, ajeito meus cabelos e faço uma maquiagem leve. Coloco um vestido solto, mas com um decote que valoriza meus seios. Agora estou pronta para ser novamente de Ramon.

 

Saio do banheiro e vou para a cozinha. Ramon está concentrado e não ouve eu me aproximar. O abraço por trás, e prontamente ele se vira e me envolve em um beijo apaixonado. Ele afasta sua boca da minha por um minuto e me observa. Novamente ele me beija, mas agora o seu beijo tem intensidade e desejo. Ele me segura firme, próximo ao seu corpo, e com a outra mão explora todo o meu corpo. De repente, em um movimento rápido, ele me suspende e me coloca sentada na bancada da cozinha. Nossos beijos estão cada vez mais carregados de tesão e Ramon toca meus seios sob o tecido fino do vestido, deixando meus mamilos duros. Ele desce sua boca por meu pescoço, me fazendo arrepiar. Ramon alcança o zíper do meu vestido e o desliza pelo meu corpo, me deixando apenas com a lingerie transparente. Sua boca agora é voraz, abocanha de uma só vez o meu seio enquanto aperta o outro com a mão. Eu arqueio, agarrando seus cabelos na tentativa de trazê-lo para mais próximo. Ele puxa meu quadril, me deixando levemente inclinada para trás e diz:

_Eu vou matar a minha sede de você, vou te chupar e te fazer gozar com a minha boca. Você está deliciosa, meu amor.

Ramon não perde tempo, sua boca logo está em minha buceta. Ele desliza sua língua por todo o meu sexo, mordisca e beija meu clitóris, e então me invade com seus dedos de forma frenética, me fazendo estremecer.  Eu já estou ardendo em chamas e preciso de mais, então digo:

_Me come, me fode, Ramon!

Eu tiro sua camisa alisando o seu peitoral, enquanto me aproximo mais dele. Ele tira o resto de sua roupa e se posiciona no meio das minhas pernas. Sinto sua ereção tocar a minha entrada, enquanto ele me beija. Ramon desce sua mão novamente para a minha buceta e me deixa ainda mais preparada para ele, que agora desliza o seu pau para dentro de mim. Deixo escapar um gemido, seu pau estava duro como nunca. Sem pudor, todo meu clitóris enquanto Ramon me fode deliciosamente. Ele me tira da bancada da cozinha e em seu colo me leva até o sofá da sala, me deita e então levanta minha perna, deixando minha buceta toda exposta para ele que em uma estocada forte está novamente dentro de mim. Eu cravo minhas unhas em suas costas, ele sabe me fuder como ninguém! Aperto seu pau ainda dentro de mim, ele solta um gemido seguido de palavrão e então eu peço:

_Me deixa sentar em você? Quero ser sua puta, Ramon!

Saindo de cima de mim, Ramon assenta no sofá e me puxa para ele. Sento em seu colo, de forma que nossos olhos não se percam enquanto seguro sua grossa ereção com minha mão, direcionando até minha buceta.

Deslizo pelo seu pau rebolando, meu quadril se movimenta para cima e para baixo, enquanto Ramon puxa meus cabelos, mantendo meu pescoço e dorso livres para seus beijos. Agora ele assume o controle dos movimentos, mete forte e eu não resisto, começo a me tocar. Gozo novamente e Ramon também não se demora, gozando dentro de mim. Caímos exaustos no sofá e assim permanecemos por alguns minutos e após nós recompormos, voltamos para a cozinha, onde nosso café da manhã nos aguardava.

 

O dia estava lindo, o sol brilhava majestoso e no céu não havia nuvens. Ramon tinha feito planos, iríamos à praia e após o almoço retornaríamos a sua casa, para descansarmos, pois os seus planos para a noite eram especiais. Ele não quis me revelar o que estava planejando, despertando assim minha curiosidade.

_Ramon, você não vai mesmo me contar o que está planejando? Preciso me preparar adequadamente e…

Ele me interrompe com um beijo e com um sorriso maroto me responde:

_Calma Alice, você vai gostar de tudo que eu fizer. Agora venha me acompanhar aqui na cama, quero você disposta hoje à noite.

Estava cansada da longa viagem e da manhã na praia, dormi pesadamente. Acordo após algumas horas e quando abro os olhos, o sol já quase está se pondo. Ele estava sentado na varanda, observando o pôr do sol que tocava as águas da lagoa próxima a sua casa. O observo e em silêncio me dirijo a ele. Quando me vê, ele me puxa para o seu colo e eu não sei explicar a sensação de paz e segurança que Ramon me transmite. Permanecemos assim, em um silêncio confortável por alguns minutos enquanto ele toca suavemente meus cabelos e beija meus lábios. Assim que o sol desaparece na linha do horizonte, nos levantamos mesmo querendo permanecer juntos. Nossa noite prometia e eu precisava me preparar.

Algum tempo depois estou pronta. Uso um vestido preto justo que valoriza todas as minhas curvas, seu comprimento termina nos joelhos e possui uma fenda lateral que o deixa mais sexy. Por baixo dele uso uma lingerie preta de renda e tiras. Escolho um perfume mais apropriado para a noite, faço uma maquiagem suave, mas que deixam meus olhos mais expressivos e na boca passo um batom vermelho. Opto por usar uma sandália confortável pois não sei o que me espera.

 

Quando saio do quarto, Ramon já está pronto me aguardando. Ele está vestido com uma bata slim branca de mangas longas, que evidencia os músculos do peitoral e braços, sua bermuda de linho bege e um chinelo de couro marrom.

 Seu cheiro é inebriante. Ramon está lindo! Ele se aproxima me observando e diz:

_ Desse jeito acho que não vou conseguir me conter, você está linda e muito gostosa! Quero você de todas as formas e se não sairmos imediatamente, vou te jogar na cama e te possuir descontroladamente. Você me deixa louco, Alice!

Sua fala me deixa excitada e eu respondo:

_Por mais tentadora que seja sua proposta, estou curiosa para saber o que você preparou para nossa noite. Vamos querido, prometo te recompensar mais tarde.

Nos beijamos e entramos no carro. Pouco depois Ramon estaciona o carro numa praia deserta, no meio de uma mata fechada. A luz da lua ilumina toda a extensão de areia, as estrelas estão por todo lado, proporcionando um visual encantador.

Ramon me surpreende quando tira do carro uma cesta com vinho, frios e frutas, não vi quando ele preparou tudo isso. Caminhamos em direção à areia, ele estende um grande tecido e nos acomodamos de frente um para o outro. Ele retira duas taças, nos serve um delicioso vinho seco e depois propõe um brinde:

_Que nossos momentos sejam sempre especiais, intensos e cheios de desejo.

Depois do brinde, nos beijamos apaixonadamente e o calor preenche nossos corpos. Apoiamos nossas taças na cesta e voltamos aos nossos beijos que a cada vez estavam mais intensos. Ramon observa se tinha outras pessoas por perto e visto que não, retira o meu vestido, me deita no tecido sob a areia da praia, e beija meu pescoço enquanto aperta minhas coxas. Sua necessidade de estar mim está cada vez mais evidente por baixo da sua bermuda. Levo minhas mãos até sua bermuda, liberando sua grossa ereção e então faço movimentos contínuos com minhas mãos em torno do seu pau.  Quanto mais ele toca por cima da lingerie mais vontade dele eu sinto, neste ponto já estou completamente molhada e então Ramon tira meu sutiã, se posiciona entre minhas pernas tirando minha calcinha. Estou entregue a ele de corpo e alma.

 Continua…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s