Amor Intenso Amor – Capítulo 4

Atualmente…

Leona

Através da janela do táxi, observo a chuva que cai lentamente, deixando a cidade ainda mais fria. Os dias chuvosos sempre me deixavam desmotivada.

Ultimamente ir para cama sem ter encontrado um prazer de uma noite, estava se tornando bem difícil. Afinal ter na minha cama somente a companhia do meu vibrador não me satisfazia. Eu preciso de muito mais. Estou frustrada sim, porque lembrar das últimas vezes em que fui para mais uma noite ao bar com Lais e depois voltei para casa sozinha e entediada, não me deixa muito animada.
Não; não faltaram homens que me abordaram. Estes existiam sempre! O problema é que o que eu necessitava, era bem mais do que a típica abordagem.

Eu não preciso de envolvimento, romance, mas eu quero aquela tensão sexual, aquele sexo devastador. Aquele que quando termina, você fica sem fôlego e não consegue formular frases conscientes e da sua boca sai apenas algum palavrão vulgar. Suas pernas tremem e você fica dolorida querendo mais.

Então aqui estou, sem esperanças de realizar minhas fantasias. O que dizer? Bem-sucedida no trabalho e azarada na cama? Fisicamente sei que atraio olhares. Não sou convencida, mas sou segura do meu corpo, aprendi a superar minhas inseguranças depois do meu maldito passado. Passado que luto todos os dias para ignorar, me afundo em prazeres para esquecer toda a dor que ali ficou.
Meu telefone vibra. Leio a mensagem:

_ Leona você vem ou não?

Definitivamente a Lais deveria controlar esta ansiedade. Não se passaram nem cinco minutos do combinado. Se eu estivesse com meu carro, seria eu a esperar. Mas hoje quero beber e me divertir, nada de dirigir. Deixei meu carro no estacionamento do centro assim que sai do trabalho.

Decido não responder sua mensagem. Afinal, agora estou descendo do táxi e em cinco minutos estarei lá. O bar “Déjà vu” foi uma boa escolha. Afinal é bem as margens do lago de Garda do qual sou completamente apaixonada pela vista. Possui uma clientela exclusiva, músicas sensuais e bons vinhos. Fora a pista de dança que é fabulosa e muito bem frequentada.

Adentro o local e na mesa ao fundo está minha loira preferida. Lais sorri para mim levantando sua taça em uma das mãos, a outra mão já está segurando o Paolo. Isto não me causava surpresa.

_ Já vi que serei abandonada logo, logo. _ provoco-os.
Paolo sempre muito carismático me responde:
_ Posso te chamar “uno amico”… [um amigo]
Lais me beija e o interrompe dizendo:
_Seus amigos até hoje foram sempre incompatíveis para Leona.
Ele dá de ombros e se oferece de ir até o bar pegar mais uma garrafa de Cuvée Dom Pérignon.
Enquanto Lais me conta como “por acaso” reencontrou Paolo, eu analiso o ambiente, ou melhor, meu futuro “alvo.”
A penumbra, o cheiro de vinho, a mistura de perfumes me desperta a luxúria. E ao som de Paint in Black dos Rolling Stones

 


fecho meus olhos e me movo lentamente. Lais me conhece bem, após minhas respostas monossílabas, ela me entrega uma taça e sai para cuidar do Paolo. É bem previsível o comportamento destes dois! Faz um ano que moramos em Milão novamente, e eles sempre se encontram regularmente, jurando ser uma mera coincidência.

Ao abrir os olhos, vejo a alguns metros de distância, um homem que me observa. Não consigo ver exatamente detalhes do seu rosto, mas pelo corpo parece ser bem gostoso. Dentro daquela calça e camisa bem alinhados. Todo em preto e um ar prepotente. Sinto um calafrio me percorrer, agora lentamente ele vem se aproximando, parece perigoso. Decisivamente algo perigoso, só não descobri ainda para qual de nós dois. Passo a mão pelo meu vestido vermelho demorando no meu decote. Continuo dançando, agora ao som de You made a monster Nick Kingsley



Quando me giro, ele está a poucos centímetros de mim. Analiso seu rosto bonito, olhos azuis, pele ligeiramente bronzeada, alto e um sorriso marcante.
Ele me pergunta:
_Buona sera signorina, capisce italiano?? * Boa noite senhorita, entende italiano? *
Sentindo o calor e o perfume inebriante que emana do seu corpo, eu respondo:
_ Buona sera…Sì capisco benissimo. Sono brasiliana ma vivo nella Itália sin da piccola. *Boa noite…Sim entendo muito bem, sou brasileira, mas vivo na Itália desde pequena. *
Ele realmente é bem bonito. Sua barba por fazer, cabelos castanho escuros em contraste com seus olhos claros e aquele sorriso perfeito. Ele estende sua mão e vejo que possui algumas tatuagens. Estendo minha mão para ele. Sinto sua pele quente enquanto ele continua.
_ Molto piacere. Sono Lucca DiSantis. *Muito prazer. Sou Lucca Di Santis*
A sua voz sedutora não me passou despercebida. Tento parecer bem calma quando respondo:
_ Molto piacere. Sono Leona Conti. *Muito prazer. Sou Leona Conti*
Ele alisa minha mão e demonstra não se preocupar em soltá-la.
_ Una Leonessa, tenho que ter medo??? *Leonessa em italiano significa Leoa, ele brinca por causa do nome dela*

Sorrio com seu sotaque.
_Seu sotaque é uma graça. Onde aprendeu português?
Ele divertidamente responde:
_ Minha família possui negócios “nel” Brasil então sou obrigado a falar, mesmo que a perfeição esteja longe. Mas você não respondeu minha pergunta…
Pensando o quanto ele é carismático contesto:
_ Hum…desculpe. Minha curiosidade me fez esquecer sua pergunta. Bom, a resposta é a seguinte: algumas vezes sou uma gata outras vezes uma leoa, depende…digamos que não posso garantir qual delas saltará fora para brincar.
Ele mostra um meio sorriso enquanto seus olhos se estreitam me analisando. Ele faz uma pausa e me diz:
_Vou provocar e arriscar para saber qual delas eu vou encontrar. _ele termina de falar ao meu ouvido.

Todo meu corpo se arrepiou. Talvez por causa da música que chamou minha atenção, me fazendo apenas sorrir, escutando-o dizer:
_ Você aceita dançar comigo Leona?
Recupero meu fôlego e respondo que sim. Ele ainda segurando minha mão me leva para o centro do salão e com maestria conduz meu corpo ao som de Boy Epic Dirty mind que realmente se encaixa com este momento.





A cada movimento, nossos corpos se encaixam e estamos em uma perfeita simbiose. Em um determinado momento, ele se encaixou ainda mais em mim e pude sentir sua ereção.
Ele alisou de forma carinhosa e contínua minhas costas nuas, e antes da música acabar ele tinha puxado meus cabelos e invadido minha boca, não me deixando pensar, somente agir.
Não, ele não está no comando! Os jogos apenas começaram. Sem nenhum pudor aliso o volume na sua calça e ele geme em meus lábios. Aproveito e agora aprofundo o beijo ele faz pressão no meu mamilo coberto pelo fino tecido do meu vestido e eu me sinto com febre. Eu saio do beijo sussurrando no ouvido dele:
_ Talvez eu deixe você ser duro comigo, pois sou uma boa garota, mas saiba que quero ser bem má com você.
Ele se abaixa e me diz na sua língua:
_ Piccola mia, stai svegliando il lupo che abita in me … spero che la tua leonessa sia capace di tenermelo buono, casomai finiremmo che io vada a sbranare impietosamente la dolce gattina…

* Minha pequena, você está acordando o lobo que vive em mim … Espero que sua leoa consiga mantê-lo bom, caso contrário tudo isto acabará comigo devorando impiedosamente a doce gatinha …*

Tudo estava se tornando imensamente interessante, o beijo maravilhoso, o corpo bem definido de um Deus grego, os olhos tão perigosos como o desejo que seu corpo despertara.

Então sigo levando-o para minha mesa e provoco:
_ Così mi piace…un “avversario ” compatibile con la mia voglia …

*Aprecio assim, um adversário à altura dos meus desejos…*

Ele me puxa para os seus braços, sua ereção parece ainda mais dura. Ele respira profundamente e lambe meu pescoço terminando com uma leve mordida em minha orelha.
_ Vamos para minha casa!_ ele diz em um sussurro.
_ Lucca, acho mais justo um campo neutro. Que tal um hotel?
Ele sorri perversamente concordando. E eu consigo me soltar dos seus braços, mas caminhamos de mãos dadas até a mesa.

 E eu consigo me soltar dos seus braços, mas caminhamos de mãos dadas até a mesa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s