Amor Intenso Amor – Capítulo 26

Ele me faz sentar com ele na cama. Ele segura minhas mãos e olha nos meus olhos. E permanecemos ali por um tempo. Até que minha respiração estava estabilizada. Ele respira profundamente e começa a falar.

_ Eu vou começar a te contar tudo, apenas escute e no final você fala, me interrompa apenas se não estiver se sentindo bem

Eu vou começar a te contar tudo, apenas escute e no final você fala, me interrompa apenas se não estiver se sentindo bem. Ok?_eu concordo e ele continua._ eu vou contar desde o dia em que te vi pela primeira vez. Eu era um adolescente, do Liceu Don Romeo, assim como você. Eu te via todos os dias, tentei até mesmo falar com você em algumas situações, mas você não me dava muita atenção. Eu era um moleque, o que me deixava louco é que naquela época sempre tinham várias meninas querendo sair comigo, mas você era a única que nem sabia quem eu era. E foi assim, até o dia da nossa formatura. Meu irmão que era mais velho que eu, na época me incentivou a te chamar para dançar. Pela última vez, eu criei coragem e pedi você para dançar comigo, e por um milagre, você aceitou. A música era do Cosi piccola e fragile

Quando ele diz isto, meu coração acelera, porque eu me lembro exatamente desta noite.

_Você estava parecendo uma deusa, com um vestido branco com alguns detalhes rosa, eu estava com um terno que papà tinha mandado fazer para mim. Mas acredito que você não se lembre. Eu dancei o tempo todo sentindo seu perfume, escutando sua voz a cantarolar no meu ouvido, sua risadinha doce. E o seu beijo casto em minha bochecha no final foi o bastante para eu pensar em você por vários verões onde nos esbarrávamos na praia. Mas você nunca me via. Sempre acompanhada e eu também. Com o tempo, os anos, as reponsabilidades, a faculdade, a morte do meu irmão e do meu pai, enfim, tudo se perdeu. Eu estava sentenciado a governar o submundo, que até então eu desfrutara apenas do dinheiro. Nunca tive obrigações violentas.

Eu escutava toda sua confissão e chorava copiosamente, porque eu me lembrava dele, o tempo todo eu lembrava daquele garoto dos olhos azuis mais lindo que eu tinha visto. Ele sempre estava cercado com as meninas mais bonitas da escola. Eles não o chamavam de Lucca e sim de Adrian. Não estudávamos juntos, então seu nome de família eu não sabia, estava morando a pouco em Milão e eu tinha poucos amigos. Lucca continuou.

_Alguns anos depois, quando terminamos a faculdade e eu já era o boss, fui alertado que o pai do Dimitry tinha morrido e ele tinha assumido os negócios. Que ele era bem mais violento, cruel e que estava traficando pessoas. Eu mandei fazer um dossiê sobre ele, e para o meu desgosto, vi as fotos do seu casamento. Isto me deixou sem chão, porque eu fantasiava ainda poder te encontrar novamente.

Eu amaldiçoei aquele dia, eu não entendia por que uma garota da minha adolescência tomou conta dos meus pensamentos por tanto tempo. Várias ocuparam meus lençóis, mas você, você me atraía de uma forma alucinante. Quando eu era adolescente pensar no teu corpo, na sua boca, e desejar fazer amor com você parecia ser algo normal, coisa física. Mas com o passar do tempo, independente das viagens, das companhias, das festas, nada era o bastante. E você voltava para a minha mente. E por mais que eu seguisse minha vida, você estava lá. Eu queria quebrar meio mundo, porque quando me tornei Boss junto com meu irmão, eu sabia que tinha que ficar longe de você. Eu não queria te corromper, te trazer para isto. E aí, eu vejo você com outro boss. E eu realmente não entendia o porquê. 

Eu neguei, todos estes anos o que sentia por você. Me lembro daquela noite que vi você tão linda naquele vestido, aquele monstro do seu lado te exibindo como a porra de um troféu. Isto despertou o pior de mim, mesmo assim, eu não quis admitir nem para mim mesmo que estava apaixonado, sempre estive apesar de parecer idiota. Meu irmão ficou louco atrás de mim, me encontrou na nossa casa em Ibiza, onde por uma semana, eu perdi a conta das mulheres que tive na minha cama, em quantas brigas me meti, tudo para me manter ocupado, para não fazer a porra de uma guerra indo atrás de você. Em uma manhã, meu irmão Francesco chegou e se sentou na minha frente, dizendo que se eu te amava tanto deveria enfrentar, assumir e tentar te conquistar por mais louco que isto fosse. Ele era um apaixonado pela esposa e suas filhas.

Lucca faz uma pausa, sua voz está engasgada pelo choro, estamos os dois chorando, ele aperta minhas mãos eu tento não surtar com tudo. Ele continua.

_Eu neguei, eu não podia admitir que uma garota da minha adolescência não saísse da minha cabeça, eu tinha que estar feliz de certa forma apesar da vida perigosa do submundo, eu tinha o que a maioria dos homens da minha idade não tinham. Poder, dinheiro, mulheres. Mas eu não estava feliz. Eu queimei aquele arquivo e tentei te esquecer. Mas a porra do destino, ou Deus como você quiser acreditar, te colocava novamente no meu caminho em diversas situações. E em uma tarde chuvosa de inverno na França, eu vi você entrar com o Russo no hotel George V, vocês estavam na porra do quarto que eu sempre ficava quando eu me hospedava ali. Até hoje penso que foi tudo armado pelo Dimitry, ele devia saber que eu ficava naquele quarto, não éramos inimigos declarados ainda, mas não éramos melhores amigos. Enfim, quase todas as vezes que eu estava em Paris, eu por um acaso via você, seja sozinha passeando pelas ruas, ou entrando no hotel. Eu não podia me aproximar como um maldito stalker e tentar algo. Eu não podia, eu não queria te assustar, eu olhava você sempre triste. E eu estava tentando buscar aliados para atacar o Russo. Até que….

Eu tremo, com a ansiedade do que ele possa falar agora. Se ele tivesse se aproximado em Paris talvez eu me assustasse, mas talvez, somente talvez ele teria me salvado. Lucca respira fundo, e levanta seu olhar cheio de lágrimas.

_O Russo matou meu irmão Francesco, juntamente com os malditos espanhóis. E a partir daí eu não tinha mais um coração, nada. Ele fez isto na frente das minhas sobrinhas. Matou Francesco cruelmente, da maneira mais covarde que pudesse ter sido. Eles não levaram minhas sobrinhas, mas infelizmente este trauma elas levarão para o resto da vida. Foi ali que pensei que meu irmão estava errado, um homem que nasce neste submundo não pode se apaixonar, não pode ter filhos. Estes serão para sempre ameaçados, usados como moeda de troca ou podem ser simplesmente mortos por alguma vingança. Eu enterrei meu irmão, escondi minhas sobrinhas o mais longe possível, e jurei a mim mesmo sair de tudo isto. Eu já tinha alguns negócios legais que estavam me rendendo muito dinheiro, e comecei a investir pesado nisto. 

O início foi com lavagem de dinheiro, mas depois fiz tudo como manda a lei. Só que eu não podia simplesmente sair da máfia, eu passei o comando para o meu tio Alberto antes de ir buscar por vingança. Parti para a Espanha com meus homens, aniquilei cada um dos responsáveis pela morte de Francesco e somente aí, tive a certeza do envolvimento do Russo. Durante todo este inferno, eu descobri que você tinha fugido dele e ele estava louco atrás de você. Eu não sabia se isto era verdade, se você tinha fugido ou ele enjoado de brincar de homem apaixonado. Então novamente, por uma coincidência, lá estava eu em Paris, buscando pistas do Russo quando te vi caminhando pelas ruas. Eu desci e fui te seguindo, eu estudava cada movimento seu, eu tinha que saber o que fazer. Te segui até o café, aí você recebeu aquela ligação, eu fui atrás de você, eu vi tudo, a agressão, você desmaiada. Eu puxei minha arma eu realmente queria matar ele bem ali, mesmo que isto me custasse a vida. Não somente pelo que ele tinha feito com você, mas também por ele ter matado meu irmão.

As lágrimas descem em rios em meu rosto, meu coração está descompassado

As lágrimas descem em rios em meu rosto, meu coração está descompassado. Ele viu tudo e isto me deixa ainda mais triste. Lucca está visivelmente muito abalado. Ele puxa o ar e continua.

_Então os segui até o armazém abandonado. Eu invadi, atirei nele e você estava jogada no chão, desmaiada, minha fúria foi imensa. Eu fui um diabo aquela noite, sei que depois disto talvez você não me olhe mais. Mas eu precisava fazer isto, eu não tenho uma lista longa de assassinatos por minhas mãos, na verdade somente estes pela morte do meu irmão e do meu pai. Obviamente sendo o boss, algumas decisões que tomei resultaram em ceifar vidas de criminosos que desonravam de alguma forma nossos negócios. 

O Russo me disse que antes de matar meu irmão, ele tinha matado meu pai, e isto foi a gota que transbordou tudo para mim. Eu o matei, eu fiquei cego. Alguns minutos depois eu estava cercado pela polícia, a Interpol para ser mais preciso. Eles me levaram embora, meus homens foram presos, eu fui algemado até o hotel de George V, onde encontrei o homem que mudou minha vida. Ele me fez a proposta de entregar alguns nomes dos que estavam e ainda estão trabalhando com tráfico humano, do qual eu e minha família sempre fomos contra. Então, eu pensei que talvez fosse meu momento. Me ofereceram o perdão se eu os ajudasse. O problema é que ao trair a máfia, eu correria risco de vida e com isto colocaria em risco todos a minha volta. A interpol bolou um plano que venho executando. Fiz alguns treinamentos e ajudei em várias prisões, em estratégias de missões e hoje eu sou um agente infiltrado. Mas não posso deixar que me descubram, até pegarmos os grandes deste negócio.

A família da mulher que mantive um envolvimento em Nova Iorque, são alguns dos que tenho que descobrir bem o esquema e entregar para a polícia. Eu não me orgulho de ser um traidor, mas eu quero ver minhas sobrinhas vivas, e neste momento quero te proteger. Você virou um alvo ainda maior quando os russos souberam que você estava comigo, eles avisaram os espanhóis. E agora, tenho que resolver com eles também para que deixem você em paz. Para eles você os traiu comigo. Que eu matei o Dimitry com alguma ajuda sua. Eu não vou deixar que nada aconteça com você meu amor.

Ele me puxa para os seus braços e eu nem consigo me mover pensando que eu estava correndo risco outra vez.

_Foi culpa minha Leona, eu devia ter ficado longe de você. Eu, na verdade, quando fiquei com você naquela festa de máscaras algum tempo atrás tentei me afastar, fiquei longe de Milão. Mas um dia, por coincidência no dia que voltei para a cidade, vi que você estava na minha boate, a DeJavu é minha faz parte dos meus negócios limpos. Por isto as festas na minha ilha.

_Eu sabia que tinha que sair dali, mas fiquei hipnotizado olhando você dançar e quando seus olhos me viram, pela primeira vez desde o colégio, meu coração acelerou e meu corpo reagiu. Eu pensei, será uma noite e eu vou tirá-la da minha cabeça, eu vou continuar com a minha missão e ela ficará segura, vivendo sua vida livremente. Mas aí toda a química, o sentimento surgiu como um furacão devastando tudo ao redor. E eu não podia mais fazer nada a não ser te manter comigo. Eu deixei homens te protegendo, a polícia estava te protegendo. Mas alguns dias fui avisado que os espanhóis tentariam algo e que os Russos estavam envolvidos. Então voltei ontem para cá, decidi não te procurar para não atrapalhar a nossa armadilha. A polícia garantiu que você não sairia ferida. Mas a operação foi mais lenta do que eu esperava e eu não podia sair da porra do escritório porque a boate estava cheia e os espanhóis estavam infiltrados, seria um pandemônio ali dentro se começássemos um tiroteio. O resto da história você sabe, e aqui estamos. A única coisa que quero que saiba é que minha situação complicou muito, eu devia estar em Nova Iorque e os espanhóis vão deixar isto chegar nos Romenos, que eu protegi você. Isto despertará desconfianças, despertará ainda mais o interesse deles em saber por que defendi você.

Eu vou ter que resolver isto. Mas eu quero que você saiba que eu te amo loucamente Leona, e vou te amar mesmo que você passe a me odiar. A única coisa que te imploro é que fique sob minha proteção até eu resolver tudo isto. Então se você quiser ir embora, você vai. Eu não vou tocar em você, eu não vou fazer nada com você. Você terá tudo o que precisa e não correrá risco. A minha casa é mais segura que a ilha e do que muitos lugares onde você possa se esconder. Amanhã meu chefe de segurança te mostrará tudo e você vai entender.  

  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s