Amor Intenso Amor – Capítulo 42

Uma hora depois de acalmá-la, abrir as sacolas com as roupas de bebês e escutar o quanto ela sentiu minha falta e eu dizer o quanto senti a dela. Consegui entrar no assunto que eu precisava.

_ Lais, eu encontrei o Lucca na Grécia.

Ela se engasga com o suco que está bebendo. Ela me olha assustada.

_ Então foi por isto que te trouxeram para cá. Para longe daquele psicopata, ele foi atrás de você não é mesmo? Eu não entendo por que não prendem ele…

_ Na verdade ele será preso…

_ Finalmente Leona. Tomara que ele apodreça na cadeia…

_ Lais, me escute. Lucca estava sob cobertura. Ele estava trabalhando para a Interpol já fazia alguns anos. Lucca começou sendo informante por um tempo. Depois de tantas colaborações, ele foi crescendo dentro da Interpol, fez cursos, foi aceito como agente de campo. Eu não podia te contar, ele tinha que manter a pose de Chefe da Máfia. E ele vai ser preso justamente para ainda manter esta pose. E ele depois vai poder voltar ao normal, quer dizer se é que existe um normal na vida dele. Ele fez coisas bem pesadas… ele…

Eu olho para Lais que está com a mão sobre o peito e outra na boca. Ela está assustada e o que vou falar vai assustar ainda mais.

_ Lais, foi ele quem matou o Russo. No dia que a polícia me salvou das mãos do Russo, Lucca estava me seguindo, ele estava procurando o Russo e quando viu tudo o que ele fez comigo e o que já tinha feito com seu pai e irmão, ele o sentenciou.

_ Eu… eu nem sei o que dizer. Mas espera, ele ter matado o Dimitry, para mim, já mostra que ele pelo menos não saia matando gente inocente, porque seu ex foi um monstro. Eu não sabia que ele tinha matado o irmão do Lucca.

_ Sim, matou ele na frente das duas filhas, sobrinhas que o Lucca protege até hoje. Ele as mandou para longe de tudo. Elas agora são adolescentes, mas fazem tratamentos psicológicos até hoje. Enfim, não e só isto…

_ E ainda tem mais Leona? Porque ele estava te seguindo me conte…

_ Sim. Ele me seguia porque, bom vou tentar resumir. Lucca me conhece desde a adolescência. Lembra que eu te contava do tal Adrian que eu tinha uma paixão platônica, mas ele vivia cercado de meninas? Então, Lucca é ele, o Adrian.

_ Lucca é o Adrian? O do baile? Aquele que de vez em quando você via nas praias no verão? Aquele pelo qual você era apaixonada na adolescência? _ ela pergunta incrédula.

_ Sim! Ele se chama Lucca Adrian DiSantis. Na escola ele não queria ser chamado de Lucca DiSantis por causa da família mafiosa então os amigos dele o chamavam de Adrian. Eu não era da sala dele, então sua assinatura nunca foi revelada para mim em tempos de escola.

_ Meus Deus, Leona. Você contou que era apaixonada nele?

_ Claro que não. Quem sabe um dia. Ele disse que era apaixonado por mim. Quer dizer, ele disse que sentia atração, queria me conhecer, mas não entendia o porquê. Que passou anos me vendo por acaso, e não tinha coragem de assumir, de nos dar uma chance. Enfim, um dia ele já era Chefe junto com o irmão dele, e pesquisou sobre Dimitry. E foi aí que ele descobriu que eu estava casada com o Russo, ele disse que ficou mal porque ele tentou todo o tempo ficar longe de mim por saber o destino dele como Boss e me viu casada com um. Ele me contou isto na noite da confusão com o espanhol que tentou me matar. Eles me seguiram não somente por causa do chip que estava no meu corpo, mas porque tinham visto eu e Lucca juntos.

_ Agora tudo faz sentido! Ele se casar fazia parte da missão? Mas você o encontrou na Grécia? O que houve lá?

Eu respiro fundo. Eu teria que ser sincera com Lais, sem desculpas, sem enrolação.

_Lembra que ele foi embora, se casou sim para descobrir os esquemas do Romenos no tráfico de pessoas. O que me deixou chateada com ele, foi que ele foi embora sabendo que estava indo para uma missão que ele poderia morrer e não se despediu. E o que mais me doeu foi ele não confiar em mim, no que sinto por ele e não me contar do tal casamento. Eu também estava teoricamente casada, sob cobertura. Com o Alef.

_ O Alef aquele gostoso que trabalha para o seu pai? Nossa me diz que você transou com ele. Ele é gostoso na cama?

_ Na verdade, ele sempre foi bem carinhoso, respeitador. Sempre que eu via uma foto do Lucca com a tal esposa dele, eu ficava arrasada e chorava no ombro de Alef, que me consolava. Me levava para passear, me fazia sorrir. Ele esteve nos momentos que mais passei mal com os enjoos, ele sempre foi muito doce. Mas no último mês ele ficou bem mais agressivo nas investidas. Ele não me forçava a nada. Mas ele deixava claro que queria ser meu amante de verdade, que queria assumir minha filha. E eu fui cedendo ao romantismo dele, à sua atenção, sua doçura e sim, aos encantos sexy daquele corpo definido. Eu estava sozinha, carente e ele se esfregando em mim. Mas todas as vezes que ele me beijava e tentava ir além, chegava algum momento que Lucca me invadia o pensamento e eu não deixava Alef avançar o sinal. E a algumas noites atrás eu tinha saído do banho, tinha colocado uma camisola branca e um roupão transparentes em rendas. Eu estava tentada a transar com ele por desespero mesmo, físico e emocional, eu queria esquecer o Lucca. Eu estava na cozinha, Alef se aproximou, como sempre disse que eu estava linda. Ele me puxou para os seus braços e me beijou com luxúria, sua mão desceu entre minhas coxas e eu me abri para ele. Minutos depois, Lucca chegou e nos flagrou. Eles apontaram as arma um para o outro, discutiram e tudo terminou com Alef sendo levado pelos homens de Lucca. Ele me olhava com raiva, com dor, com desespero, com vontade de me possuir. Mas ele foi calmo, tirou sua arma colocou ao meu lado e se afastou esperando que eu me acalmasse. Eu tentei ser forte, resistir a ele. Eu tentei esconder meus sentimentos, tentei fingir que eu estava feliz, grávida de Alef com o qual eu estava casada. Mas ele não é burro, ele já tinha se informado com certeza. E então discutimos, chorei e ele reivindicou tudo em mim. Eu já não tinha armas contra ele. Eu contei que esperava uma menina dei a foto da ultrassom para ele ver, ele se emocionou, chorou tanto quanto eu e eu vi que não tenho tantas chances de escapar desse intenso amor. Ele me abraçou e prometeu cuidar de mim e Chiara. Mas a Interpol chegou em seguida e o algemou. E nos separou, e desde então não sei mais nada de concreto sobre ele. Apenas que a missão terminou e em breve ele estará de volta em Milão, será condenado e passará quatro meses na cadeia. E aqui estou eu, e estou angustiada desde então…

_ Meu Deus, isto é um romance! Literalmente. Leona, então vocês ainda tem chances de ficarem juntos. Ele saindo da cadeia daqui quatro meses você já estará com Chiara nos braços. Poderão se acertar… Ele é apaixonado em você e você nele… Ele não é o Russo, ele está tentando ser alguém melhor e agora ele tem um motivo maior ainda…_ ela alisa minha barriga.

_ Eu não sei, Lais. Eu sou traumatizada com confiança, com relacionamento sério. E o que vivemos até aqui nestes últimos meses foi muito desgastante. Foi lindo em muitos momentos, mas não posso negar toda a dor. Eu sei que ele está tentando dar o seu melhor, mas eu preciso de ações, eu não vou confiar somente em palavras, eu me machuquei todas as vezes que eu confiei somente nas palavras que me disseram.

_ Leona, você não pode castigar seu futuro por causa do seu passado.

_ Eu sei. Mas se ele me quer de verdade, ele vai ter que me provar com ações que posso confiar.

_ Leona, eu tenho certeza de que se ele passou por tudo isto e não desistiu, não vai ser agora que ele o fará. Se ele teve coragem de te contar tudo sobre o passado e sobre Dimitry. Ele não vai te deixar, ele vai lutar e você pode ir preparando que ele virá carregado e cheio de tesão. Você vai encontrá-lo?

_ Você diz na cadeia? Sem chances! Eu não acho que ele gostaria disto, visto que quer nos proteger como ele disse. E eu não me sentiria …

_ Leona, você não me engana. Você não quer ir porque vai sofrer vendo ele preso. E você teme não resistir ao charme dele. Vai acabar deitada sobre a mesa da sala de visitas com ele gemendo em seu ouvido…

_ Você é irritante, Lais. Não é nada disto…

_ Sou irritante porque você sabe que é verdade. A ideia é excitante, confessa!

Eu quero brigar com ela, mas só consigo rir do quanto ela é pervertida e me conhece tão bem. A ideia de ir visitar ele na cadeia me dói por ter que deixá-lo lá. E eu sei que se ficar na sua frente vai ser difícil resistir, vai ser difícil negar que o amo loucamente. Tento mudar o foco do assunto para que Lais me deixe respirar um pouco.

_ E Paolo?

_ Este idiota! Ele mentiu para mim o tempo todo a respeito do Lucca. Ele vai me ouvir, você vai ver. Eu devia desconfiar, já que o pressionei tanto estes meses que ele acabou confessando que trabalha disfarçado porque estava atrás de um policial infiltrado no departamento do pai dele. Afinal, ninguém desconfia do engomadinho filho do chefe, com uma namorada particularmente gostosa e alucinante como eu. _ ela sorri e pisca me fazendo dar uma gargalhada.

_ Você é terrível, Lais. Ele não podia te contar, mas o fez. Viu a diferença, era isto que eu esperava que o Lucca me contasse, detalhes…

_ Não, não Leona. Eu não estava correndo risco de vida com a informação que Paolo é um agente. Mas você está em risco eminente e talvez saber do casamento te faria surtar, tentar fugir e poderia ser capturada pelos inimigos dele. Toda a cobertura saltaria e ele correria o risco de te perder. Desculpa, mas estou do lado dele.

_ Que traidora! Lais você deveria ficar da minha parte, afinal você estava odiando e desejando prisão perpétua para ele meia hora atrás.

_ Sou uma mulher que pensa, mudo opiniões com base em informações, e minha fonte é confiável… Você querida! Então, este homem mafioso, agente do FBI, Adrian, Lucca, o mascarado da festa da ilha, são todos loucos por você. Apenas aceite! E quanto a ficar da sua parte eu estou, do lado da sua felicidade! E esta felicidade pelo visto está com este homem intenso e apaixonado, que te ama tanto quanto vejo em seus olhos que o ama.

Eu me dou por vencida. Não tem como argumentar com ela quando está decidida desta forma.

_ Ok, pode ser. Mas agora me conta. Que história é esta de um agente traidor na equipe do pai de Paolo? Um infiltrado da Máfia?

_ Então, lembra do Michele? Aquele que vivia se esbarrando em nós?

_ Sim, aquele que tentou ficar com você.

_ Exatamente, provavelmente tentou para se aproximar de você. Mas eu não curtia o jeito dele e dei o fora. Mas ele tentou ser nosso amigo por um bom tempo. Ele estava trabalhando para a máfia o tempo todo. Ele que colocou o MicroSd na minha caixa de correio, descobriram assim que você foi embora, mas não podíamos te falar nada. Ele também confessou que seguiu você várias vezes, que informava cada passo seu para os russos. E provavelmente foi ele que informou a máfia sobre seu envolvimento com o Lucca. A sorte é que ele não descobriu que o Lucca era um agente, não é mesmo? Ele pensava que o pai do Paolo era um vendido para o Lucca. Pois o Capitão fazia todos pensarem que assim era. Até eu acreditei por um tempo, até Paolo confessar ser um agente e aí comecei a desconfiar de tudo, mas não tinha provas de nada.

Eu sinto um amargor na boca pensando quanto risco Lucca estava correndo, éramos os dois alvos. Mas enquanto ele estava com os inimigos olhando em seus olhos, eu estava protegida.

_ Leona, você está chorando?

As lágrimas teimavam em descer e eu não as controlava mais.

_ Eu fiquei pensando… _ eu seguro as palavras.

_ Que o Lucca poderia ter sido morto, na verdade vocês dois corriam risco. Mas ele estava no ninho das cobras venenosas esperando ser mordido. Mas acabou, não é mesmo? Está tudo bem com ele já que te disseram que ele voltará em breve para ficar preso em Milão. Então não precisa ficar tão abalada, fica calma pensa na Chiara.

Ela me abraça e eu fico ali tentando acalmar meu respiro. E com a vontade imensa de abraçar o Lucca e saber se ele realmente está bem.

_ Ele mandou decorar o quarto da Chiara, comprou tudo o que eu precisava e mandou me entregarem um cartão de crédito caso eu necessite comprar algo mais. Eu fiquei brava na hora, mas fiquei extremamente sensível com o seu gesto. Ele antes de ir para a missão deve ter pedido para que preparassem tudo.

_ Que gesto lindo Leona, ele queria fazer algo por ela por você, mesmo longe. Não fique brava, ele está perdendo tudo longe de vocês todo este tempo. Vocês estão perdendo a presença dele, mas ele também está perdendo cada segundo.

O aperto me consome ainda mais. Reúno forças e puxo Lais para ver o quarto da Chiara. E ela fica boquiaberta.

_ Realmente eu sabia que ele é muito cheio da grana

_ Realmente eu sabia que ele é muito cheio da grana. Mas este quarto é de uma princesa. Muito lindo! Você viu o quarto sendo arrumado?

_Notei que a casa estava cheia de gente quando os agentes saíram daqui, mas não perguntei nada a ninguém. Eu fui dormir, neste intervalo devem ter montado os móveis não sei exatamente como foi a dinâmica, mas foi uma surpresa.

_Leona, ele merece ao menos que você escute o que ele tem a dizer quando sair da cadeia.

Eu abaixo a cabeça e sei muito bem que as tribulações e situações com o Lucca estão apenas começando, e agora tinha Chiara a caminho, nosso vínculo eterno.

Eu abaixo a cabeça e sei muito bem que as tribulações e situações com o Lucca estão apenas começando, e agora tinha Chiara a caminho, nosso vínculo eterno

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s