Amor Intenso Amor – Capítulo 62

Nossa viagem para a Costa Amalfitana foi bem tranquila, quando chegamos no hotel Santa Caterina, Lais e Paolo ficaram apaixonados no lugar.

Eu estava imensamente feliz por poder curtir um lugar assim tão lindo acompanhados de nossos amigos, como um casal normal e despreocupados. Mesmo sabendo que sempre estávamos sendo seguidos por uma equipe de segurança disfarçados como meros turistas. Nós seguimos para uma bebida no bar do hotel, enquanto Chiara dormia no carrinho ao meu lado.

_ Este lugar é lindo! Eu quero minha lua de mel aqui Paolo. _ Lais fala abraçando seu namorado.

_ Eu vou me organizar para isto amor. _ Paolo responde timidamente.

_ Então vocês vão se casar? _ Lucca pergunta olhando o amigo.

_ Sim, eu fiz o pedido ontem depois do batismo de Chiara.

Eu olho a mão de Lais e vejo o lindo anel em seu dedo. Ela está ostentando um sorriso maravilhoso quando me olha.

_ Parabéns ao noivos! E você nem para me contar imediatamente Lais. _ eu lanço um olhar de reprovação para ela que dá os ombros.

_ Queríamos contar aqui, sair para comemorarmos com nossos futuros padrinhos.

_ Isto é maravilhoso. Vamos começar a comemorar agora. _ Lucca diz isto já fazendo sinal para o garçom.

Quando o garçom chega ele pede uma garrafa de Dom PérignonP2 Vintage 1999. Paolo e Lais sorriem e se beijam. Lucca sorri para mim e aperta minha mão enquanto fala para nossos amigos:

 Lucca sorri para mim e aperta minha mão enquanto fala para nossos amigos:

_ Estamos muito felizes por vocês dois. E será uma honra ser os padrinhos de vocês.

_ E quem diria estamos noivas ao mesmo tempo Leona. Mas ao contrário de vocês nosso casamento será ano que vem.

_Assim teremos com quem deixar Chiara para nossa Lua de mel em dezembro. _ eu falo olhando para Lucca que apenas sorri.

Logo o garçom volta com a garrafa e nos serve após Lucca ceder a degustação à Paolo. Nós levantamos as nossas taças e Paolo diz.

_ Ao amor.

Todos nós repetimos e bebemos sentindo o sabor complexo da bebida, que poderia claramente representar a intensidade de um amor.

Passamos algumas horas agradáveis na companhia do nosso casal de amigos. Resolvemos ir para os quartos deixando marcado um passeio pela cidade e um ida na discoteca local.

Nos despedimos deles e depois de deixar Chiara em seu quarto com a babá, seguimos pelo corredor. Lucca estava particularmente calado. Segurava minha mão e caminhava tranquilamente, mas a tensão emanava dele.

_ Está tudo bem Lucca?

Ele me olha de soslaio.

_ Sim, está tudo bem. Por que não estaria?

_ Nada, apenas senti você um pouco tenso durante a viagem. E isto se estendeu também no nosso aperitivo. Você mal comeu alguns petiscos e fumou mais do que bebeu.

_ Alguém manteve os olhos em mim o tempo todo. Não se preocupe estou bem.

Quando entramos no quarto Lucca me agarrou me pressionando contra a porta. Seus lábios grudados com força nos meus. Sua língua provocante me invadindo, se enroscando com a minha.

Solto um gemido nos seus lábios quando sinto sua ereção dura como pedra sob o tecido de sua bermuda

Solto um gemido nos seus lábios quando sinto sua ereção dura como pedra sob o tecido de sua bermuda.

_Lucca o que te deu?

_ Muito desejo em você. A viagem toda estávamos acompanhados e você com esta calça colada, nesta sua bunda perfeita. Eu estive com dificuldade de segurar a ereção, cogitei até mesmo ir ao banheiro me aliviar.

_Que tarado você está Lucca. Você me disse nada de vestidos ou saias. Eu obedeci prontamente…

_Claro que sim, uma calça colada que deixa pouco para imaginação das suas curvas. E este corpete ressaltando seus seios. Apenas um movimento e eles saltarão para fora, prontos para serem abocanhados por mim. E eu aposto que por baixo desta maldita calça você está sem calcinha. Leona eu juro que minha vontade é esquentar sua bunda, puxar seus cabelos e entrar profundamente em você. Mas farei melhor… Você vai se arrepender de ter provocado o Lobo.

Ele caminha até a mala e tira um vibrador Magic wand de lá de dentro, eu já tinha visto alguns filmes pornôs com aquilo e a ideia de Lucca usá-lo em mim me deixava extasiada.

Ele caminha até a mala e tira um vibrador Magic wand de lá de dentro, eu já tinha visto alguns filmes pornôs com aquilo e a ideia de Lucca usá-lo em mim me deixava extasiada

_ Comprei alguns dias atrás, mas não tivemos oportunidade de usá-lo então eu o trouxe comigo. Será prazeroso querida. Agora seja boazinha e tire suas roupas.

_ Tudo bem que tínhamos comentando sobre experimentar usar um, qualquer dia desses, mas você foi rápido em realizar nossa fantasia. _ele apenas sorri diabolicamente.

Eu correspondo o seu sorriso e levo a mão para abrir meu corpete de renda.

_ Não! Por favor Leona, deixe o corpete. Tire o resto!

Eu concordo e começo a abrir minha calça, ele já está nu e em suas mãos o objeto de desejo. Eu deslizo minha calça pernas abaixo com um pouco de dificuldades. Ele sibila entre os dentes.

_Eu sabia, sem a porra de uma calcinha. Você me enlouquece Leona.

Ele se aproxima e me beija demoradamente. Ele me gira, me abraça por trás, a sua ereção pressionando minha bunda dá sinais. Ele liga o vibrador, ele segura meu corpo passando seus braços por debaixo dos meus seios, pressionando os mesmos de baixo para cima e quando mais ele movimenta, mais os meus seios saltam para fora. Ele mordisca minha orelha.

_ Eu sabia que seria fácil tirar seus seios para fora deste corpete. Ele me aperta mais em seu braço e sua outra mão aproxima o vibrador em meus mamilos, a velocidade não está alta, mas a vibração faz meus mamilos enrijecerem e eu fico extremamente molhada.

_Lucca …você me enlouquece.

_Estamos quites querida.

Ele desce o vibrador entre minhas pernas e o pressiona em meu clitóris, a potência aumenta e eu agora entendo o porquê as atrizes dos filmes gritam tanto quando têm um desses entre as pernas. Eu levo minhas mãos na boca seguro meu grito na garganta. Nunca senti uma sensação tão potente.

Eu reúno toda a minha força e imploro.

_ Lucca pare, pare eu não vou conseguir ficar sem gritar…

Ele desliga o vibrador e me gira para ele, ele solta o vibrador no chão. Ele me pega pela cintura me levantando, eu enrosco minhas pernas nele, e quando ele me encosta na parede sua ereção desliza para dentro de mim. Seus movimentos são rápidos ele chupa meus seios, meu pescoço e me beija com volúpia enquanto eu tremo gozando em seu pau, ele morde meus lábios e urra gozando dentro de mim.

_ Eu ainda vou morrer disto!

_ Ao menos morrerá feliz assim espero.

Ele dá uma risada. Ainda estamos ofegantes.

_ Temos que nos arrumar e ir logo. Antes de ir para a boate eu preciso te levar em um lugar especial.

Eu tento argumentar, tento descobrir o que ele têm em mente, mas nada o faz falar. Eu me arrumo rapidamente, coloco um vestido preto com rendas delicadas no corpete e saia volumosa, meias 7/8 e lingerie combinando com todo o resto, olho para os saltos altos e dispenso os vertiginosos como não sei onde ele me levará melhor saltos mais baixos. Quando saio do quarto ele já está me esperando, camisa e calça preta. Seu corpo escultural sempre ficava bem em qualquer coisa. O olhar dele cai no meu corpete de renda.

_ Eu gostaria de não sentir ciúmes ao te ver assim, mas eu sinto

_ Eu gostaria de não sentir ciúmes ao te ver assim, mas eu sinto. Eu desejaria que se vestisse assim somente para mim. Mas eu seria um baita egoísta, você é linda e precisa usar o que deseja, e eu vou ter orgulho de estar do lado da mulher mais bonita do mundo.

_ Exagerado!

_ Estou sendo verdadeiro, você é a mulher mais bonita do mundo para mim.

Ele se aproxima e me beija. Em seguida ele pega minha mão e caminha comigo para o jardim do hotel, onde ele pediu minha mão em casamento. Lembranças daquela noite me invadem a mente e eu sinto tremor por todo o meu corpo. 

Eu vejo o lugar onde ele me pediu em casamento, um caminho com rosas vermelhas vai até o centro do jardim em um palco

Eu vejo o lugar onde ele me pediu em casamento, um caminho com rosas vermelhas vai até o centro do jardim em um palco. Do lado uma banda posicionada ao nos ver começa a tocar a música Grande Amore Il Volo.

“Fecho os olhos e penso nela

O perfume doce da sua pele

É uma voz interior que está me levando onde nasce o sol

Sol, são as palavras

Mas se são escritas, tudo pode mudar

Sem medo mais, vou gritar esse grande amor

Amor, só amor é o que sinto

Diga-me por que quando penso, penso só em você

Diga-me por que quando vejo, vejo somente você

Diga-me por que quando acredito, acredito somente em você

Grande amor

Diga-me que nunca

Que não me deixará nunca

Diga-me que é

Respiro dos meus dias de amor

Diga-me que sabe

Que só me escolherá

Agora já sabe

Você é o meu único grande amor

Passarão primaveras

Dias frios e estúpidos de lembrar

Malditas noites perdidas sem dormir, outras a fazer amor

Amor, você é o meu amor

Para sempre, para mim

Diga-me por que quando penso, penso só em você

Diga-me por que quando amo, amo só você

Diga-me por que quando vivo, vivo só em você

Grande amor

Diga-me que nunca

Que não me deixará nunca

Diga-me que é

Respiro dos meus dias de amor

Diga-me que sabe

Que só me escolherá

Agora já sabe

Você é o meu único grande amor”

 Sinto a mão de Lucca tremer na minha, ele a aperta e me leva até o centro do palco, ele posiciona sua mão em minhas costas, a outra ele segura perto do nosso corpo e começa a me conduzir em uma dança

Sinto a mão de Lucca tremer na minha, ele a aperta e me leva até o centro do palco, ele posiciona sua mão em minhas costas, a outra ele segura perto do nosso corpo e começa a me conduzir em uma dança. Ele olha em meus olhos enquanto a cada palavra da música nos afeta profundamente, lágrimas silenciosas descem pelo meu rosto. Lucca as enxuga e sussurra para mim.

_ Você é meu grande amor Leona, você sempre foi e sempre será. E tudo isto é para te falar que daqui a dois dias você será minha esposa! Nos casaremos neste jardim. Eu não posso mais esperar um dia depois de tanto tempo que o destino nos separou. Eu queria te contar de outra forma, eu queria te…

Eu o puxo para mim e o beijo. Lucca estava sendo perfeito, seus lábios macios me beijavam sem alguma pressa, a música contando nossa história em cada frase. O aperto dele é ainda mais forte em meu corpo. Quando a música acaba, ele se afasta um pouco.

_ Eu te amo Lucca. Você é incrível.

_ Eu quero te dar os melhores motivos todos os dias por aceitar ser minha esposa. Eu peço que não se preocupe porque todas as pessoas que colocamos na lista estarão presentes, a maioria chega amanhã.

_ Você organizou tudo isto? Quando?

Ele continua segurando minhas mãos, a banda começa a cantar outra música romântica, mas eu só tinha ouvidos para ele.

_ No dia que te pedi em casamento. Eu dei um jeito de já começar a organizar aqui e ali, fazer reservas. Não te faltará nada meu amor. Eu vi o brilho dos seus olhos naquela tarde que assistimos aquele casamento aqui. Apesar do seu nervosismo e medo, você estava emocionada, e você terá tudo isto e muito mais.

As lágrimas descem novamente, ele me abraça forte e depois me beija lentamente. Eu escuto aplausos e um assovio familiar. Lais e Paolo estão sorrindo próximos a nós.

_ Vocês sabiam de tudo!

Lais sorri e joga os braços para o alto.

_ Culpados! Tudo pela felicidade de vocês.

_ Temos que sair para comemorar Lucca. _ Paolo diz a Lucca.

Lucca concorda com a cabeça. Ele se despede do pessoal do hotel, agradecemos a todos e saímos para a noite quente de Amalfi. Sua mão grande me conduzia pela rua, meu coração acelerado. Eu sabia que este dia chegaria mas eu pensava que seria no fim do ano. A antecipação me deixou ainda mais ansiosa.

_ Eu quero que você fique tranquila meu amor. Está tudo organizado, seu vestido que escolheu, já está pronto e está aqui. Tudo o que for necessário você terá. Se te faltar algo poderá dizer a uma pessoa da equipe do casamento e eles providenciarão.

_ Equipe?

_ Calma são seis pessoas extremamente de confiança. E não vão te deixar sobrecarregada, eles estão aqui para te aliviar meu amor. Só pense em me dizer sim na cerimônia. _ Ele brinca

_ Você está fazendo de tudo para que eu diga sim, fica difícil fazer algo contrário. _ Eu beijo o braço dele.

Ele me faz parar, ele me abraça. Ele se afasta um pouco analisando minha expressão, seus olhos afiados fixos nos meus. Suas mãos apertam minha bunda e ele sussurra.

_ Eu te amo Leona. E esta noite se você me provocar, vai ficar sem este vestido. _ ele morde meu lábio.

_ Você é um selvagem Lucca!

_ Sono un Lupo amore mio, è nella mia natura. _ ele pisca para mim e continua me levando estrada à fora.

*Sou um lobo meu amor, faz parte da minha natureza. *

Eu apenas sorrio para aquele homem na minha frente. Quem diria que aquele estranho da noite da festa de máscara seria meu grande amor. O meu Adrian da adolescência se tornou o homem que me faz imensamente feliz.

 O meu Adrian da adolescência se tornou o homem que me faz imensamente feliz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s